Quanto custa um POS é uma questão tão relativa quanto aquilo que o sistema pode oferecer. Porque é parametrizável à medida das necessidades do cliente, os preços também variam. Deixamos apenas alguns exemplos, para que saiba quanto terá que investir se quiser instalar um sistema de ponto de venda.

Dentro da mesma marca, a Sage neste caso, há três opções disponíveis: a 207,00 euros, 550,00 ou 600,00 euros (sem IVA). Em todos eles, com emissão de tickets, possibilidade de ligação a ecrã táctil e de exportação do ficheiro SAF-T. O preço vai aumentando à medida que se acrescentam funcionalidades ou postos de trabalho. O mais caro, o POS Plus Prestige, pode ser utilizado em três postos distintos e emite faturas e faturas simplificadas.

Já a T&T, também com software POS certificado, disponibiliza soluções com preços que vão desde os 89,90 aos 495,00.

Na Wisedat, até tem disponível software POS grátis, aplicável apenas a um posto de venda e sem qualquer suporte técnico incluído. As restantes opções variam entre os 150,00 e os 350,00 euros (com possibilidade de planos anuais de licenciamento), mas a que deve somar ainda 75,00 euros por cada posto adicional ou o valor correspondente a módulos que não estejam incluídos.

Se não contactar uma empresa especializada e optar por comprar o seu sistema POS numa loja, vai encontrá-los nos estabelecimentos que comercializam artigos de informática.  Com preços desde os 79,90 aos 249,00 euros.

Assistência paga ou gratuita

Quando comparar preços de um sistema POS não se esqueça de verificar o que inclui. Porque pode precisar de apoio ou assistência técnica, acautele-se sabendo se tem direito a esses serviços ou se terá de pagar por fora. Quase todos incluem as atualizações legais do sistema e suporte técnico, mas pode ser limitado.

Normalmente, é definido um número máximo de incidências no caso do atendimento telefónico, bem como o número de sessões de assistência remota. À medida que a opção encarece, mais beneficia destes serviços.

Comprar equipamento

Mas isto são apenas as contas com o sistema. Se a loja ainda não está equipada ou adaptada à utilização de software, precisa também de adquirir o equipamento informático. Logo, vai precisar de um orçamento mais elevado.

Por exemplo, um monitor profissional adaptável a sistema POS, com ecrã táctil, pode custar mais de 900,00 euros. Um simples visor que mostre os preços ao cliente ronda os 80,00 euros e uma gaveta para POS pode custar cerca de 35,00 euros.

Poderá encontrar preços mais vantajosos por packs ou em promoções. Por exemplo, comprar um conjunto que inclui PC e monitor, impressora e ainda a gaveta, entre os 500,00 e os 700,00 euros.

Se precisar de balança no seu negócio, associada ao sistema POS, há kits que podem custar quase 2700,00 euros.

Para facilitar a vida ao empresário, há também empresas que comercializam packs que incluem já o software e o hardware necessário. É o caso do POS da CentralGest, com soluções para a restauração, bares e retalho. Se comprar apenas a solução de software, pode fazê-lo por 375,00 (mais IVA). Por cerca de 1000,00 euros (mais IVA) adquire o sistema, o computador e a impressora de talões. E com assistência incluída.

Estes são apenas exemplos e preços indicativos, já que a solução para cada empresa é estudada e quantificada de acordo com o que necessita para os seus pontos de venda.

Importa ainda recordar que há também no mercado programas de faturação gratuitos e também certificadas pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

Publicidade Vendus - Software de Faturação Online POS